Esta área é reservada para o internauta mandar a sua experiência com fenômenos parapsicológicos. Nossa equipe seleciona, analisa o caso e esclarece as dúvidas.

Tem aumentado muito o interesse dos internautas por esta seção. Agradecemos! Selecionamos para esta semana o relato do Mauro, do Marcelino, do Luis Roberto, do… entre tantos.

Pergunta:

“Me levanto e espanto-me ao perceber meu corpo sobre a cama.” “Realmente o espírito sai do corpo?” “Existe alguma vantagem nisso?”

Resposta:

OOBE ou OBE (out of body experiments) ou experiência corpo é o termo errado, escolhido para designar simplesmente um estado alterado de consciência. Um tipo de sonho diferente. Sonhos de viagens por lugares distantes ou desconhecidos são interpretados, por alguns, como um passeio fora do corpo. E não como produto da imaginação de quem sonha.

Se a esse sonho se acrescentam experiências telepáticas ou clarividentes, a explicação fica ainda mais distante da hipótese verdadeiramente científica e o chamam de viagens astrais, projeciologia, etc.

Exporemos a explicação parapsicológica bem resumidamente: conhecimento a distância. Podemos designá-lo com as siglas PG ou ESP. Psigamma e Percepção Extrasensorial, respectivamente. Em outras palavras, trata-se apenas de ter conhecimento de coisas e fatos distantes de nós, mas uma adivinhação que não depende e supera nossos sentidos.

Na maior parte das vezes trata-se apenas de uma sensação alucinatória… Raramente é uma projeção ectoplasmática à curta distância: fantasmogênese. A idéia que a pessoa tem de si mesma, de um morto, ou de algum vivo, espontânea e parapsicológicamente, pode ser plasmada externamente, com a exteriorização e transformação da energia orgânica corporal (ectoplasma). E não pode se afastar muito da pessoa que a exterioriza.

Conclusão: ou imaginação ou fenômeno parapsicológico. Nada de sobrenatural. Corpo e alma não se separam nunca!

Caso desejem aprofundar no tema consultem o livro “As Forças Físicas da Mente”.

Marcia Cobêro é professora de Parapsicologia e Diretora Presidente do IPQ

mande seu caso para o e-mail contato@institutopadrequevedo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *