Deus na sua providência divina realiza o que quer.
Através dos Santos, seus amigos fiéis, faz acontecer o que aos homens parece impossível.
A Ciência, grande colaboradora da Igreja, confirma “façanhas” que Deus prepara e preparou para nós, ou melhor, fez porque o mundo precisava ver este acontecimento. Para honra e glória Dele.

Estes Santos facilitaram, pedindo sua “ajuda”. Seu Filho Santíssimo fez por primeiro esta solicitação, ensinando-nos: “… Pai eu te agradeço porque me ouviste. Eu sei que sempre me ouves. Mas falo assim por causa da multidão aqui presente, para que acreditem que tu me enviaste”. Jo 11, 41-42.
Também: “… tudo o que pedirem na oração ao Pai o receberão” Mt 21,22

Alguns Santos imitaram. Citemos por exemplo: São Felipe de Neri, que nasceu em Florença e viveu entre 1515-1595. Numa noite peregrinando com uma grande multidão após um pequeno descanso, querem seguir caminhada e eis que surge uma forte chuva e dá ordens de partida todos percebem a tempestade que e alguns tentam refugiar-se, procurando abrigo em albergues próximos e cidadezinhas. Não houve mais tempo e os que saíram de perto do Santo ficaram todos “castigados” pela tempestade e perderam até seus bens. Porém os que permaneceram com o Santo, embora sob o mesmo “teto” nenhuma gota caiu sobre estes, não molharam e nem perderam seus bens. (Bolandistas*, op. cit., colaborador J. BARNABEI, 26 de maio, vol 19 página 534, nº 83).
Lição: Deus ajuda os que são fiéis a Ele e aos que obedecem os seus fiéis. Com certeza S. Felipe de Neri não foi declarado Santo só por isto, mas alguns sinais ajudam que a Igreja perceba que por estes homens e mulheres Deus realiza seus prodígios.

Pe. Wagner Fernandes

*Bolandistas: Grupo de Jesuítas especialistas com numerosos colaboradores que, historiadores e hagiógrafos se dedicam à pesquisa histórico-crítica da vida e fatos atribuídos aos santos e causas por consequências deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *